Conheça os setores da ESPC: A Recepção
17/01/2023 - 14:43

A Escola Superior de Polícia Civil do Paraná - ESPC é a responsável por organizar e executar  atividades relacionadas a recrutamento e seleção de policiais civis. Além disso, atua em formação, aperfeiçoamento, capacitação e especialização de servidores da Polícia Judiciária, em alguns casos promovendo a integração com outras forças de segurança.

Assim, a estrutura organizacional desta unidade de ensino deve ser compatível com as atividades a serem executadas, reunindo setores de gestão, administrativo, assuntos acadêmicos, planejamento, dentre outros. Para conhecer melhor como tudo isso funciona, uma série de resenhas vai apresentar cada um desses setores. A recepção inaugura a iniciativa por ser, geralmente, o primeiro contato que os visitantes têm com a ESPC.

A recepção da Escola é supervisionada 24 horas, por uma equipe de profissionais que se dividem em dois turnos. São três funcionários que atuam durante o período diurno (dois de forma alternada) e três que se revezam nas atividades de recepção e vigilância noturna. Na maior parte do ano, dezenas de pessoas ingressam por dia na ESPC para visitação ou para participarem, como instrutores ou alunos, de cursos, especializações, simpósios e palestras.

Ao desempenhar suas atividades – receber pessoas, correspondências ou materiais; prestar informações; realizar o controle de acesso e direcionar corretamente os usuários  –  a recepção deve apresentar um padrão de cortesia, atenção e destreza, com o intuito de garantir a qualidade do contato inicial com a Escola. 

Para bem cumprir a tarefa, a ESPC estimula os funcionários do setor a desenvolverem suas competências de comunicação, empatia, versatilidade, organização, controle de estresse e habilidade para gerir problemas. O porteiro Luciano de Oliveira Inácio compreende as responsabilidades de suas funções, ao dizer que para realizar um bom trabalho é necessário mais do que eficiência e agilidade, é preciso ter empatia e educação. “Apesar de ser um trabalho sistemático, é dinâmico ao mesmo tempo, sendo preciso sempre ser profissional e atencioso”, conclui.

A equipe da recepção ainda é composta por outros profissionais: Aparecido Líbano de Souza, Anderson Honorio Dias, Anderson Roger de Souza e Débora Alves de Araújo.  Aparecido e Débora, que estão na ESPC há quatro e dois meses, respectivamente, veem a comunicação com o público que frequenta a unidade de ensino, como um dos aspectos positivos da atividade que exercem.

Para os vigilantes Anderson Honório e Anderson Roger, que já trabalham na Escola há dois anos, a parte mais satisfatória do trabalho, é a sensação de dever cumprido. Segundo Honório, o fluxo durante o período noturno é menor, aumentando durante os dias de operações e a temporada de alojamento dos alunos, exigindo maior atenção e controle.

MELHORIAS – No início desta gestão, como medida de segurança e aprimoramento, a ESPC implantou o Plano de Segurança Orgânica (PSO), destacando-se o uso de crachás e a instalação de catracas na recepção e no acesso ao alojamento. Graças à inovação, funcionários, visitantes, professores e alunos podem usufruir das instalações com melhor qualidade e segurança.

Últimas Notícias